Parada gay de Tóquio 2015

tokyo-pride-parade-otakus2
Os arco-iro invadiram tudo o Facebook para comemorar a aprovação do casamento gay em todo território americano, mas outra conquista aconteceu também em terras mais distantes.

Esse ano, Shibuya, um distrito de Tóquio, foi a primeira região do leste asiático a realizar um casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Essa vitória do amô coincidiu com a Tokyo Rainbow Parade, parada gay com arco-iris até no nome que reuniu 3000 pessoas em abril. Falei dessa parada lá em 2010 também.

Vamos ver o que aconteceu por lá

Japão fazendo japonisse: a parada de Tóquio tem um mascote fofucho! Tobe, o esquilo-voador-mágico.
tokyo-pride-parade-tobe

Teve símbolo religioso colorido
tokyo-pride-parade-religiao

Grandes marcas botaram a cara no sol na parada. Quero ver boicotar a Microsoft.
tokyo-pride-parade-microsoft
Ou o Google, que montou uma cabine do Youtube
tokyo-pride-paradegoogle

Também teve IBM, Lush, Gap entre outras.

Não poderiam faltar os lukis extravagantes
tokyo-pride-parade-drags

tokyo-pride-parade-gals

Os otakus

tokyo-pride-parade-otakus

As refências a cultura tradicional versão riqueza, glamour, poder e sedução.
tokyo-pride-parade-tradicional

Ou pessoas comuns, em torno de uma mesma causa. Por sinal, ainda não conheci nenhum japonês gay.
tokyo-pride-parade-casal

Apesar do Japão ser uma país mais tolerante, sem a sombra da moral católica, a cultura reservada dos japoneses faz com que essas minorias fiquem ainda mais invisíveis. A parada mostra que a comunidade LGBT está lá, se amando e lutando pelos mesmos direitos.

O amor sempre vence minha gente!

tokyo-pride-parade-xuxa

Fotos: Tokyo Fashion

10 Coisas que aprendi com relacionamentos anteriores feat. Rupaul

Estava deboas no Twitter quando soube pela Ale Koga desse meme do Rotaroots, e cá estou eu para falar de sentimentinho.

Tive 3 namorados, com personalidades totalmente diferentes mas pessoas ótimas. Em cada um, acredito que o maior obstáculo fui eu mesma.

Acho mais fácil ficar pelada na Sé na hora do rush que me expor emocionalmente, então MamaRu vai me ajudar nessa(e não vai ser ficar pelada na Sé).

1 – Antes de tudo, ame a si mesma

Pá, começo com um clichezão, mas é uma lição que demorei para aprender. Fui dessas que idealizava as pessoas e relacionamentos, muitas vezes passando por cima do que era realmente bom para mim.
rupaul-love-yourself

2 – Seu melhor miguxo

Ter gostos e opiniões iguais não é segredo do sucesso, mas sim alguém que te aceite e te faça sentir bem como você é.

3 – Ninguém é perfeito

Nem ele, nem você. Cuidado com as cobranças

4 – Largue as bagagens

Traumas anteriores, ciúmes, mágoas…despache para longe.
tumblr_mm166gn4vU1qlvwnco1_500

5 – É preciso ceder

Relacionamento é troca, se na balança só um faz as vontades do outro, tem que ver isso aê.

6 – Existe vida além o relacionamento

Mozão não é tudo nessa vida, não esqueça sua individualidade.

7 – Cartas na mesa, sempre

Como diz o ditado: “Homem tem 2 bolas e nenhuma é de cristal”. Não espere ele adivinhar o que você está pensando.

8 – Não perca a magia

Paixão vira amor, não se acomode na segurança do relacionamento estável.

9 – Saiba quando parar

Se não está funcionando, é hora de pedir para sair.
tumblr_inline_mi38w9NABt1qz4rgp

10 – Nenhum relacionamento é igual

E ainda vão ter coisinhas a aprender. Continue e nadar.

Melhores momentos da história do Victoria’s Secret Fashion Show

Siga o blog no Bloglovin

O VSFS 2014 ainda nem foi ao ar, mas a Ariana Grande já nos presenteou com um meme, valeu Ari!

Logo mais vou caçar um streaming do show. Ele foi gravado na semana passada e vai ao ar hoje na gringolândia e será transmitido no Brasil 23/12 pelo SBT.

Para fazer um aquecimento, bora relembrar os melhores segmentos nesses quase 20 anos de show. AE!

vsfs_tyra

Como os desfiles mais recentes são dividos em 6 segmentos temáticos, escolhi 6 para montar meu VSFS perfeito.

2005 – Sexy Toys

vsfs_2005sexytoys
Apenas o melhor VSFS de todos os tempos. Esse ano foi cheio de tops destruidoras tipo Naomi Campbell, Gisele Bundchen, Tyra Banks, Heidi Klum, Adriana Lima e muitas brasileiras divosas. Todos os segmentos foram maravilhosos, mas esse é o mais divertido. O encerramento com direito a Tyra Banks sendo Tyra Banks. Fierce!
Assista aqui.

2010 – Pink

vsfs_2010_pink

Sabe casamento perfeito? É a Katy Perry no meio de coisas fofas, tipo um cachorro gigante de glitter cor-de-rosa. Ela é a cara do conceito da linha Pink da Victoria’s Secret e esse desfile ao som de Teenage Dreams não poderia ser mais lindo.
Assista aqui.

2010 – Tough Love

vsfs_2010_toughlove
Lacrando para variar, Adriana Lima abriu o desfile com a ombreira que depois apareceu no clipe da Britney Spears – Hold it Against Me.
Assista aqui.

2006 – Come Fly With Me

vsfs_2006comefly
Mais que um desfile, uma lição de vida haha. Logo da entrada o sapato da Karolina Kurkova fica pra trás, o que ela faz? Seguiu divando! Sem asa e nem muito fru-fru, o segmento ganhou meu coração com a melhor música da história dos desfiles, um remix de The Killers – When you were young.
Assista.

2012 – Dangerous Liaisons

vsfs_2012dangerous
Desfile zenzual no clima da era vitoriana, ao som de Rhi-rhi – Diamonds.
Assista aqui.

BONUS 2007 – Spice Girls

vsfs_2007spice
Choray com as fias cantando Stop! Não deve desfile nem nada, mas teve Baby Spice sua linda!
Assista aqui.

Esses são meus favs, mas poderia ser apenas toda e qualquer aparição da Adriana Lima. Quem quiser ver os shows completos, tem tudo no Youtube ou no VsHolic, onde eu também peguei as fotenhas do post.
vsfs_2007bj

Muah!

Meu mochilão na Tunísia – Sidi Bou Said

sidibousaid-mapa

“Saí inteira da Tunísia, agora tenho certeza que me viro em qualquer lugar”. Foi a sensação depois de passar 1 semana sozinha num país muçulmano que fala árabe e francês. De lembrança ficou a vivência de uma cultura milenar, e a certeza de que as maiores barreiras culturais são quebradas com sorriso e muita mímica. 🙂

Esse post é para contar um pouco das minhas primeiras 24h no país.

Peraí, mas porque Tunísia?

A japa aqui curte sushi, mas sempre foi encantada pela cultura árabe. Fiz dança do ventre e aula de árabe. É um amor que veio não sei daonde.

Quando comprei a passagem para Europa, queria aproveitar para fazer algo diferente. Descobri que a Tunísia é um roteiro exótico, há apenas 1 hora de viagem da Itália.

O país é minúsculo, menor que o estado de São Paulo, sendo que quase metade é tomado pelo deserto do Saara. O contraste entre praias paradísiacas ao pé do mediterrâneo, cenários inóspitos, ruínas romanas já rendeu ao país ser cenário de filmes como Star Wars, Gladiador e Indiana Jones!
sidibousaid-camelo
Camelos fofos são um bom motivo também, mas eles ficam só ao sul do país.

Escolhi ficar os 2 primeiros dias na capital Tunis, precisamente na vila de Sidi bou Said = amor a primeira vista no Pinterest.

Comprei o vôo Milão MXP > TUN Tunis no Skyscanner e custou $60 pela Air One. Nada mal para cruzar o continente. Troquei alguns euros por dinares tunisianos no aeroporto e me arrependi de só ter visto o quiosque que vende chip de celular na volta.

Chegou a hora do pânico tradicional em qualquer lugar do mundo: pegar o táxi. No ponto, já vieram uns 10 sujeitos tensos me abordar. Um senhor pegando minha mala(da Hello Kitty), inclusive deu umas balançadas suspeitas para sentir o peso dela. Socorr >_>

Morro de medo de ser enrolada por ser gringa, tive que achar um que topasse pagar o que estava no guia da Lonely Planet. Tive sorte e achei um vovô bem simpático e fomos conversando naquele inglês enrolado. Fui olhando as placas árabe, as pessoas, as ruínas de Cartago logo ali na esquina como quem não quer nada. É, cheguei na Tunísia.

Sidi Bou Said, sua linda

O coração já se emocionou no checkin do hotel. Lá são 10 casinhas, e no centro um jardim com uma enorme figueira, além de muitos gatenhos! O quarto é pequeno mas lindos, decorado com azulejo tradicional, que gostei tanto que acabei trazendo pra casa. Sim, sou dessas loucas que compra azulejo enorme de souvenir.
sidibousaid-sidiboufares
Vista pro meu quarto fófis no Hotel Sidi Bou Fares.

Depois foi hora de bater perna na vila e ver as casinhas brancas de portas e janelas azuis. Pena que não cabia porta na mala, senão levava. Alokíssima.
sidibousaid-portas
Desbravar as ruazinhas, Foto de Koldo Carillo.
sidibousaid-koldocarillo
Muitas bandeiras da Tunísia pelo caminho.
sidibousaid-coqueiros

Comer

Nada como conhecer outras culturas comendo, não é verdade? Adoroooo! Um programa imperdível por lá é ir no Café des Nattes e pedir um chá. O tradicional da Tunísia é o chá verde com menta bem docinho, coberto de pinolis. Essa é uma semente de pinheiro que custa uns R$200/kilo aqui, se eu soubesse antes tinha feito estoque. Tomei muito cházin para não sair desmaiando por aí com o calô.
sidibousaid-cha
O Café de Nattes fica no topo da rua principal, valeu ficar um tempo ali praticando people watching.
sidibousaid-nattes
Tem muitos restaurantes por la, entrei num que bateu um clima. A comida é bem barata e FARTA! Esse cuzcuz estava bem digno mas não comi nem metade.
sidibousaid-cuzcuz
O Café des Delices é bem tradicional e com uma vista sensacional, entrei e pedi qualquer coisinha só para curtir o ambiente mesmo.
sidibousaid-pier

sidibousaid-cafedelices
Na porta do Café tinha um senhor com um macaco, ele doido para por o bicho em cima dos turistas. E todos(inclusive eu), desviando de medinho.

Gatos

Confesso que todo lugar que eu vou, socializo com os gatenhos, e tem muitos em Sidi Bou Said. Esse foi o que causalmente sentou comigo no café da manhã no dia dos namorados. Vou pensar que ele estava de olho em mim não no meu iogurte.sidibousaid-gato

Compras

Quem está viajando de mochilão tem que maneirar nas compras, massss é tudo tão baratinho. Na vila tem um souk/mercado com várias barraquinhas. Muita cerâmica, gaiolas que são características de lá, portinhas azuis para decorar a parede, roupas…

sidibousaid-moedas
No começo me enrolei com as moedas bonitinhas. A cotação é quase 1 por 1, mas lá se usa milésimos e não centenas como nós. Logo 1TD dinar vira 1.000 e o que aqui seria R$1,00. Meu cérebro deu tilt no começo, e dava 60 quando era 600. Dica, procure conhecer bem a moeda local antes de viajar. XD

No souk o segredo é pechinchar muito, eles curtem jogar uma conversa fora. Queria comprar um vestido, acabei pagando metade do preço e ainda ganhei um camelo de pelúcia e uma pulseira de brinde. Eitaaa.
sidibousaid-cameloso

Mar mediterrâneo

Sidi Bou Said fica no topo de uma falésia, digamos que é um penhasco com uma vista maravilhosa. Existem vários mirantes no caminho e também tem uma escadaria looonga para você descer e curtir praia e a marina.

Ahh esse mar azulzinho.
sidibousaid-delices sidibousaid-pordosol

Circulando pela região

Como tudo na Tunísia, é bem barato se deslocar, inclusive de táxi. Eu particularmente curto pegar um busão ou trem para vivenciar a cultura local. E isso me rendeu uma das maiores emoções da viagem.

Depois de passear na vila(que é bem turística), enrolei um lenço na cabeça e fui pegar o trem para o centro de Tunis. Sem conversar em um pingo de inglês, entendi que o trem estava em manutenção e teria que pegar o ônibus que ligariam duas estações. Ok, fui na fé seguindo o fluxo de gente.

O trem não é aquela coisa que se diga, nossa que perfeito. As portas não fecham, tem uma criançada bagunceira, mas não me senti insegura. Não perde muito para o trem de Paris. 🙂

Desci na última estação e fui com meu mapinha achar a rua que queria. Sempre procurando outras mulheres para pedir informação, e embora com boa vontade, elas olhavam com cara de interrogação para meu mapa em inglês. Com muita sorte e intuição cheguei onde queria…/o/

Cultura

A aventura no trem foi para visitar o Rahma Café, que uma amiga que estudou árabe comigo indicou. Lá conheci a Leila, tunisiana que apesar de morar poucos meses do Brasil, fala um bom português. Fui bem recebida, conversamos e fui mimada com comidas do café. Ela me mostrou um espaço reservado para fumar shisha/narguilé. Olha só que coisa linda essa sala, não curto ficar baforando mas achei lindo o lugar! Essa prata brilha muito mais ao vivo. Muito grata a todos pelo carinho e recepção.
sidibousaid-shisha

Amo essa sensação de estar lost in translation, imersa em outro idioma, perdida em letreiros. Entre as curiosidades de um país muçulmano, estão os chamados para a reza. Eles são feito das mesquitas 5 vezes ao dia e dá para ouvir na cidade toda, é incrível!

Mulher mochileira pode ir para lá sem medo. A Tunísia não é um país rígido e na rua muitas mulheres não usam o hijab, o véu que cobre os cabelos. Desencanei de usar, sendo necessário só para entrar nas mesquitas.

Na vila, uma das cenas mais charmosinhas são os vendedores de jasmim! Cada buquezinho por 1 dinar, ví vários turistas comprando por ser bem cheirosinho. Foto da Chanez.

sidibousaid-chanez

Agora falando em barreiras culturais mesmo, deixei essa surpresa para o final! Já havia esbarrado nesse costume quando fiz as aulas de árabe na mesquita em São Paulo, logo não me surpreendi tanto. Nos banheiros eles usam a duchinha, nada de papel higiênico. Claro se você estiver num lugar mais frequentado por estrangeiros vai achar um papelzinho. Senão se vira na mangueirinha.
sidibousaid-chuveirinho

Depois foi descansar e acordar cedo para visitar a cidade romana em Dougga. Fico triste em ter poucas fotenhas pois estava num clima de ~curtir a viagem~ justo nesse mochilão tão importante. O que é bom por um lado, mas faz falta esses registros, principalmente para alguém desmemoriada.

E aí, gostaram de conhecer Sidi Bou Said?